Arquivo da tag: MINERAL

Medicina ortomolecular: aplicação de DMSO

Por: Andrea Nunes Higashi – Coordenadora de Educação e                                                                                      Pesquisa  Clínica Higashi –                                                                                              Ortomolecular e Nutrologia

 

Entre 1866 e 1867, na Alemanha (Stone, 1993), o químico de nacionalidade russa Alexander Saytzeff Rayton,1986) sintetizou o dimetilsulfóxido (DMSO),produzido pela oxidação do dimetilsulfureto, proveniente de alguns processos biológicos naturais, inclusive no repolho. Saytzeff descreveu sua notável capacidade como solvente em altas temperaturas, a qual foi industrialmente utilizada a partir da década de quarenta e como suplemento alimentar.

No início de 1960, o DMSO foi introduzido como substância medicinal também (Briton, 1982; Brayton, 1986). O DMSO tem ação anti-inflamatória e age como antioxidante (eliminador de radicais livres que se agregam no local da lesão). Foi também, o primeiro anti-inflamatório não-esteróide descoberto desde a aspirina.

Pesquisas feitas pelo Centro de Medicina Preventiva de Atlanta, EUA tem utilizado o DMSO efetivamento há mais de uma década. Evidenciando a ação efetiva em diferentes tipos de condições inflamatórias como artrite reumatóide, inflamação na coluna lombar, e artrite das articulações

No entanto, o DMSO não tem ação somente na inflamação mas em outras complicações que afetam a saúde como na pele (tecido conectivo), sistema neurológico, na bacterióstase, diurese, aumento da efetividade de outras medicações, resistência à infecções, vasodilatador, no relaxamento muscular, aumento da função celular, influência sobre o  colesterol sérico, efeito radioprotetor e proteção contra lesões isquêmicas (AVC isquêmico).

Tem ação também na Esclerodermia (doença rara resultante de crescimento anormal de colágeno dentro do organismo), artrite, trauma do sistema nervoso central (diminui a pressão intracraniana no traumatismo  crânio encefálico), atua como relaxante muscular, estabiliza a pressão arterial, dor, pequenos cortes e queimaduras graves (reconstruindo tecidos lesados). Um estudo mostrou que o DMSO pode retardar a velocidade de difusão do câncer, prologar a sobrevida e potencializa os efeitos quimioterápicos.

Outro estudo feito em 1996 demonstrou a ação do DMSO sobre a resistência de antibióticos em bactérias, agindo como fator que diminui a resistência de certas bactérias.

Já foram verificadas acima de trinta propriedades farmacológicas e terapêuticas do DMSO as quais resultam da sua capacidade de interagir ou combinar com ácidos nucléicos,carboidratos, lipídeos, proteínas e muitas drogas sem alterar de forma irreversível a configuração molecular (Sojka et al. 1990).A via de administração mais eficiente se dá por via endovenosa.

Leitura Complementar:

1.    M. Walker. DMSO: nature’s healer. 1993.

2.    ADAMSON, J E., HORTON, C.E., CRAWFORD, H.H., AYERS JR., W. T. The effects of dimethyl sulfoxide on the experimental pedicle flap: a preliminary report. Plast. Reconst. Surg. v. 37, p. 105-110, 1966.

3.    GORDON, D.M., KLEBERGER, K.E. The effect of dimethyl sulfoxide (DMSO) on animal and human eyes. Arch Ophthal. v. 79, p.423-427, 1968.

4.    HAIGLER, H.J., SPRING, D.D. Comparison of the effects of dimethyl sulfoxide and morphine. Ann. N.Y. Acad. Sci. v.411, p.19-27, 1983.

O que é MMS?

Por: MMS no Brasil

 MMS  esta sigla está em inglês –  Miracle Mineral Solution,

 em português é – Solução Mineral Milagrosa.

MMS é uma solução obtida por misturar o clorito de sódio a 28% com Ácido Cítrico a 50%. Depois de esperar 20 segundos para ativar o clorito de sódio, a essa mistura adicione água, vai se formar uma dissolução de dióxido de cloro  ( ClO ) que é o responsável pelo efeito  do MMS. 

Então (MMS) é uma solução de duas porções que libera pequenas quantidades, no corpo humano, do germicida mais eficaz conhecido do ser humano e no entanto este é totalmente incapaz de causar danos no corpo.

Desde 1947 que  este solvente químico é a forma usada e preferida para purificar a água nos contentores de distribuição nas cidades, descontaminar navios de cruzeiro de vírus, eliminar o anthrax dos gabinetes governamentais e remover bactérias  de alimentos facilmente perecíveis antes de os carregar e despachar em comboios e caminhões. A formulação e acondicionamento de MMS usada torna-o seguro para uso interno. As pessoas misturam em suas cozinhas e bebem com alguma água ou sumo. Pode também ser colocada em cápsulas e assim ser ingerida com um copo de água.

Não pense que esta Solução  é mais um suplemento interessante que pode ajudar alguém após ter tomado durante alguns meses.

Não é assim.

MMS freqüentemente resulta em algumas horas. Destrói o assassino numero 1 da humanidade, a malária, em 4 horas. A vitima volta ao trabalho no dia seguinte. Se os pacientes do hospital mais próximo fossem tratados com este Mineral Milagroso, mais de 50% deles regressariam para suas casas no período de uma semana.

Por incrível que possa parecer, quando usado corretamente, o sistema imunológico usa este assassino para atacar somente aqueles germes, micróbios, bactérias, vírus, parasitas e outros micro-organismos que são nocivos ao corpo. Não afeta ou prejudica as bactérias amigas, onde se incluem a flora intestinal, nem as células saudáveis.

MMS é a coisa mais pura de todas que você pode vir a tomar. Medicamentos e até nutrientes têm dezenas de combinações diferentes de químicos e de diferentes elementos. Normalmente é essa a razão de existirem os efeitos colaterais. Existem inúmeras coisas que podem resultar de um medicamento e até mesmo de um nutriente. Olhe para a formula de um medicamento. Por vezes a formula é enorme e complexa. Mas isso não acontece com MMS.

São só dois simples itens assim que dissolve na água. Consiste em dois tipos de cloro inofensivo que existe no sal de mesa e oxigênio. Existe algum sódio, antes de ser dissolvido na água, mas torna-se inofensivo por ser tão pouco.  Não existe mais nada e esta combinação resulta no exterminador  mais poderoso de elementos patogênicos que é conhecido pelo homem.

Tem sido usado em matadouros para eliminar elementos patogênicos na carne e em galinhas abatidas; tem sido usado para esterilizar pisos de hospitais e bancos e para matar elementos patogênicos em água sem eliminar bactéria amiga, há mais de 70 anos.  Agora esta mesma fórmula é usada no corpo e os resultados são os mesmos. Nenhum dano é infligido no corpo mas os elementos patogênicos são destruídos.  Na sua forma poderosa MMS é dióxido de cloro que reverte para cloreto inofensivo e oxigênio neutralizado. Não deixa nada para trás que possa se desenvolver.