Fibromialgia (肌痛) segundo a Medicina Tradicional Chinesa

Por: Camille Elenne Egídio – Instituto Long Tao

A Medicina Moderna Ocidental (MMO) define a fibromialgia como uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono e cefaleia crônica – segundo a Sociedade Brasileira para Estudo da Dor | SBED. Basicamente, fibromialgia significa então: FIBRO + MIO = fibras musculares | ALGIA = dor.

Existem várias descrições desta moléstia desde meados do século XIX, mas apenas foi reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS) como doença no final da década de 70.

Cerca de 2 a 8% da população adulta sofrem com a fibromialgia. Da população atingida, entre 80 a 90% dos casos são mulheres com idade entre os 30 e 50 anos.

As causas da fibromialgia ainda são desconhecidas, mas existem vários fatores que estão frequentemente associados à esta síndrome, dentre eles:

  • Genética: fibromialgia é muito recorrente em pessoas da mesma família, o que pode ser um indicador de que existem algumas mutações genéticas capazes de causar a síndrome;
  • Infecções por vírus e doenças autoimunes também podem estar envolvidas nas causas da fibromialgia;
  • Distúrbios do sono, sedentarismo, ansiedade e depressão também podem estar ligados de alguma forma à esta síndrome.

O diagnóstico da fibromialgia é feito clinicamente (por meio da história dos sintomas e do exame físico). Não existem exames laboratoriais que possam realizar o diagnóstico, mas exames de sangue podem ser solicitados pelo médico para que outras doenças, com sintomas e características similares, sejam descartadas entre as possíveis causas.

No exame clínico são avaliados determinados sintomas para confirmação do diagnóstico da fibromialgia, são eles:

Duração superior a 3 meses de:

  • Dor difusa em todos os 4 quadrantes do corpo;
  • Dores musculares constantes;
  • Dor à apalpação de 12 de 18 pontos dolorosos (tender points);

E pelo menos mais 2 dos 3 sintomas seguintes:

  • Fadiga;
  • Alterações do sono;
  • Perturbações emocionais.

Devem, no entanto, ser investigados a presença de lesões nos músculos, alterações do sistema imunológico, problemas hormonais e principalmente doenças reumáticas, entre outros.

Na visão da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), as doenças são avaliadas através da diferenciação de síndromes, ou seja, o conjunto de sinais e sintomas determinam quais órgãos e/ou vísceras estão energeticamente alterados no organismo gerando os desequilíbrios físicos e emocionais dos pacientes. Assim sendo, a Fibromialgia pode se enquadrar em mais de uma síndrome de acordo com os sintomas apresentados para cada paciente individualmente.

Os principais fatores etiológicos na Fibromialgia, segundo a MTC, são:

  • Invasão de fatores patogênicos externos (Umidade, Vento e Frio);
  • Tensão Emocional;
  • Dieta irregular;
  • Trabalho físico excessivo.

UMIDADE

Geralmente penetra o corpo através dos membros inferiores e flui por todo o corpo;

É considerado o principal fator patogênico na fibromialgia.

VENTO

Geralmente invade o corpo através do Cou Li (腠理) e dos próprios músculos;

É responsável pelas dores migratórias do corpo.

FRIO

Também invade o corpo através do Cou Li (腠理) e dos próprios músculos;

É responsável pelas dores localizadas no corpo e ‘combina’ muito bem com a umidade.

TENSÃO EMOCIONAL

Sentimentos como a raiva, preocupação, tristeza e pesar causam estagnação do  (气);

A estagnação do  (气) é uma das principais causas das dores.

DIETA IRREGULAR

Consumo excessivo de frituras, gorduras e laticínios tendem a gerar Umidade (Mucosidade), que é o fator patogênico da fibromialgia;

TRABALHO FÍSICO EXCESSIVO

Tanto o trabalho em demasia quanto as atividades físicas em excesso prejudicam o Baço, Fígado e Rim, geralmente por debilidade do Yang Qì (阳气).

O principal objetivo de tratamento será combater os agentes patogênicos, em especial a Umidade, bem como mover a energia, eliminar as estagnações e acalmar a mente, visto que os fatores emocionais têm grande influência neste quadro clínico.

PRINCIPAIS PONTOS PARA:

REMOVER UMIDADE

VC 12 (Zhongwan)

VC9 (Shuifen)

E28 (Shuidao)

Ba9 (Yinlingquan)

Ba6 (Sanyinjiao)

R7 (Fuliu)

B22 (Sanjiaoshu)

MOVER O Qì E ELIMINAR A ESTAGNAÇÃO

VB34 (Yanglingquan)

F3 (Taichong)

TA6 (Zhigou)

VC6 (Qihai)

REVIGORAR O SANGUE E ELIMINAR A ESTAGNAÇÃO

B17 (Geshu)

Ba10 (Xuehai)

PC6 (Neiguan)

Ba4 (Gongsun)

ACALMAR A MENTE

C7 (Shenmen)

VG 20 (Baihui)

Extras: Si Shen Cong

Os pontos supracitados poderão ser estimulados de diversas maneiras, tanto através de técnicas de massagem como o Tuiná e o Shiatsu, assim como pela Acupuntura, Moxabustão e Ventosaterapia. Além de técnicas complementares, tal como a Magnetoterapia e Stiper.

A Fibromialgia é uma doença crônica, com sintomas variados e, portanto, seu tratamento é complexo. Porém através de recursos da MMO em conjunto com as inúmeras técnicas da MTC, podemos ajudar imensamente os pacientes tanto física quanto emocionalmente.

Camille Elenne Egídio é acupunturista há mais de 15 anos, professora e coordenadora-geral dos cursos do Instituto Long Tao.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *